3 de mai de 2014

Nane - Dia 3 - Amor a um objeto

Como não amá-la
Se todos os dias é a primeira
A me dar bom dia?

Como não amá-la
Se todas as manhãs, tardes e noites
Seu toque aquece meus lábios?

Como não amá-la
Se ela sempre está
Onde eu quero que esteja?

Como não amá-la
Se ela é minha
E eu faço o que quiser com ela?

Como não amá-la?
Quando solvo seu mel
E sinto meu corpo a queimar?

Por isso e mais
Não posso dizer que não amo
Minha adorável xícara.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores