17 de fev de 2014

"Eu sou um poeta"
Será que sou?
O que me faz poeta?
Expressar-me?
Escrever poemas?

Como poderia me chamar de poeta?
Solto palavras que no fim se encaixam
Às vezes corretamente
Outras vezes não.

Escrevo palavras soltas
Que mostram meu espírito
Isso me faz poeta?

Talvez ser poeta
Seja interpretar os versos do mundo
De modo que outros não conseguem
Talvez seja ler com o coração
As entrelinhas da vida.

"E não aprendi a amar"
Poucos sabem amar
E eu também não sei.

Um amor puro, sincero
Sem maluquice, ou melhor,
Na dose certa,
Onde o amor é nosso ponto forte
Não nosso problema.

Um amor verdadeiro, profundo
Que nos ensina a viver
Como uma criança... Pura
Um adolescente... Inconsequente
Um velho... Sábio.

Aprendamos a amar
Para que possamos viver
Saber viver!
Com a loucura certa
Esse é o amor perfeito.


Niko

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores