13 de jan de 2015

Desabafo

"Desculpe-me,
Eu não queria"
Eu quis dizer,
Contudo não consegui...
Não consegui...


Algo travou o som da minha voz
E tudo que consegui foi chorar.
Eu não queria ser tua decepção
Eu realmente não queria.


O que eu poderia fazer?
Eu já não aguentava mais,
Eu já não me reconhecia.
Eu já não parecia comigo mesma.
Eu já não sabia quem eu era.


A solução foi falar
Mas o choque em teus olhos...
Seguida de palavras
Que talvez não mostrasse teu espírito.
Isso me causou tanta dor...


Nós sabíamos como seria
Entretanto não estávamos prontas.
Eu não esperava essa pose de forte,
Contudo não esperava lágrimas...
Não escondidas de mim.
Nem sei o que esperava,
Talvez gritos, um tapa,
Nao sei.
Simplesmente não sei.


Tu te fizestes de forte
Como se não ligasses pra isso
Mas teus olhos te entregaram.
O pouco que pude ver
Antes de meus olhos serem tomados pelas lágrimas
Tu estavas mal,
Todavia tentavas não mostrar,
Talvez tentando realmente aceitar.
Talvez tentando enganar
Mais a ti do que a mim.


Entretanto depois de alguns minutos
Tudo ficou mais claro,
Tu falavas praticamente nada.
Perdida em pensamento?
Nao ria tanto do que gargalharias.


Desculpe...
Eu realmente não escolhi.
Talvez tenha falado de forma errada
Mas ninguém me ensinou isto
Porque não tem um manual
De como sair do armário.
Então eu fiz,
Despejei as palavras,
Talvez sem sentido, não sei.
Desculpe, mãe.
Eu realmente não escolhi isso.



Niko

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores