31 de jan de 2011

Certo e errado

Este ciúme possessivo
Só me corroi
Por te ciúme de quem não me pertence.

Este coração sofre por amor,
Sofre por ciúme,
Sofre por não lhe ter.

Amor, você me machuca
Ciúme, você me tortura.
Amar-lhe é tão errado
Mas meu coração
Não sabe o que é certo
Nem o que é errado.

Maldito coração,
Nem a diferença
De certo e errado você sabe?


Niko

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores