12 de jun de 2014

Poeminha do dia dos namorados

Como não podia deixar de ser, olha só eu aqui vindo postar um poema sem graça, só pra lembrarmos que não é só a abertura da copa, é também o dia dos namorados. Aquele dia onde as solteiras se juntam a um pote de sorvete e um filme bem triste (romântico), sqn.


És tu que me aqueces o coração
Entretanto nem sabes.
És tu em quem penso sem cessar
És tu com quem sonho toda noite.
És tu que quero chamar de minha.

És tu... és tu...
És tu que me conheces
Entretanto nunca me compreenderás.
És tu quem chamo quando quero alguém comigo
És tu que vem me alegrando.

És tu...
Que me cora a face
Com um simples contato.
És tu que me envergonha
Ao apontar minha insegurança,
Esta que não muda
Nem adianta mais tentar.

És tu...
Sou eu,
Contudo nunca seremos nós.



Feliz dia dos namorados para vocês galera, porque eu vou aproveitar o dia 12 como o dia da abertura dos jogos, já que sou solteira e gosto de futebol, né? A menos que me deem um pote de sorvete, ai a conversa muda. Mais uma vez, feliz dia dos namorados, aos que amam e não são correspondidos: tamo junto! Mas uma hora dá certo, pelo menos para vocês :)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores