2 de set de 2012

Direito de Amar


Eu quero o direito de poder amar.
Branco, negro, indio, estrangeiro.
Pobre, rico. Alto, baixo.
Gordo, magro.
Homem, mulher.
Eu quero o direito de amar!

Eu quero sair na rua de mãos dadas com o meu amor
Sem nenhum olhar torto.
Quero ir e vir, com quem quiser, como bem entender.
Eu quero simplesmente ter os meus direitos.
Quero que me considerem normal,
Porque minhas escolhas nao afetam a sociedade.

Quero simplesmente poder amar
E nao me julgarem pela minha escolha.
Quero beijar o branco bombado, o negro magro,
A loirona de saia, a morena bonita.
Quero beijar aquele que mal tem dinheiro para pagar as contas
Quero beijar aquela pessoa que pode ter muitas mansões.

Eu quero o direito de amar!
Independentemente da cor, do cabelo,
Da classe social, do sexo, da idade.
Independentemente de qualquer coisa.
Eu quero poder ser apenas eu, sem julgamentos.
Quero, simplesmente, o direito de amar qualquer pessoa!



Niko

2 comentários:

  1. Mas melhor do que poder amar, é amar e ser amado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim ^^ mas nem sempre isso é possível =(

      Excluir

Seguidores