1 de dez de 2010

Saudade uma doença


Um sentimento tão forte, tão doloroso,
Parece um grande corte na alma.
Você se sente triste,
Até mesmo um pouco só.

A distância é tão pequena
Mas mal as vejo.
Frente a frente,
Mas a saudade aperta, machuca.

A dor é muita,
Um arame farpado amarrado no meu coração.
Minha alma está quebrada,
É como um jarro partido em vários pedaços.
Tentar juntar?
Não há cola que prenda bem firme,
Só da marca “com frequência”,
Vê-las com frequência.

Saudade, uma doença
Que não se pega pelo ar,
Mas sim pela distância,
Pela ausência.
Qual o diagnóstico?
A presença.

Niko

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores